Quando confrontados com o vazio e a solidão desta condição, muitas pessoas travam uma luta diária apenas para acordar de manhã e sair da cama. As tarefas diárias que para a maioria é simples (como tomar banho, comer, ir ao trabalho ou à escola) parecem obstáculos intransponíveis para uma pessoa que vive com DEPRESSÃO.

O segredo para enfrentar a depressão é receber tratamento adequado (geralmente a maioria das pessoas se beneficia tanto da PSICOTERAPIA quanto da medicação), e participar ativamente do seu plano de tratamento. Embora exiga muito esforço e trabalho, não é impossível.

Principais dicas

1. Não espere muito de si no início da depressão. Isso só vai acentuar os sentimentos de fracasso. Evite definir metas difíceis ou assumir novas responsabilidades;
2. Desmembre grandes tarefas em porções menores. Estabeleça algumas prioridades e faça o que e como puder;
3. Reconheça padrões em seu humor. Como muitas pessoas com depressão, a pior parte do dia pode ser o período da manhã. Tente organizar sua agenda em conformidade para que suas demandas sejam menores nesta porção do dia;
4. Participe de atividades que podem fazer você se sentir melhor. Tente assistir um filme, jogar futebol, ou participar de atividades religiosas e sociais. No mínimo, essas atividades podem distraí-lo um pouco e permitem que o dia passe mais rapidamente;
5. Você pode sentir vontade de passar o dia todo na cama, mas não o faça. Enquanto uma mudança na duração, qualidade e tempo de sono é uma característica fundamental da depressão, uma inversão no ciclo do sono (como dormir durante o dia e ficar acordado durante a noite) prolongam a recuperação;
6. Evite exagerar ou ficar chateado se o seu humor não melhorar imediatamente. Recuperar-se de uma depressão pode levar tempo. Não se sinta esmagado se, depois que você começar a ficar melhor, houver um retrocesso. Às vezes, o caminho para a recuperação é como uma montanha-russa;
7. As pessoas ao seu redor podem notar melhoras antes de você. Talvez você se sinta deprimido por dentro, mas algumas das manifestações exteriores de depressão podem estar retrocedendo;
8. Tente não tomar decisões de vida importantes (tais como mudar de emprego, casar ou se divorciar) sozinho. Consulte outras pessoas que você conhece e tenham uma visão mais objetiva de sua situação;
9. Não espere sair da depressão por conta própria. Isso raramente acontece;
10. O seu pensamento negativo é parte da depressão. Ele vai desaparecer conforme avança-se no tratamento;
11. Busque o apoio de um Psicólogo. A psicoterapia, por exemplo, pode fornecer um ambiente de apoio para você, assim como sua família e amigos. Entre em contato e veja como posso te ajudar.

Cuidado com a ruminação

A palavra ruminar deriva do latim que significa mastigar, mas que está associado ao processo do gado de mastigar, engolir, regugitar e mastigar novamente. Entre os humanos a ruminação tem mais a ver com um “vômito emocional“.

Estudos mostram que a ruminação depressiva ocorre mais frequentemente entre as mulheres, como uma reação à tristeza, enquanto nos homens tem mais a ver com sentimentos de raiva. Muitos ruminadores permanecem depressivos porque sua perspectiva negativa prejudica sua capacidade de resolver problemas.

O ideal é tomar pequenas ações para a resolução dos problemas. Reformule as percepções negativas de eventos e expectativa dos outros. Deixe de lado os objetivos insalubres, inatingíveis e desenvolva múltiplas fontes de apoio social.

Resista à tentação de viver no passado

Perder tempo revivendo, reescrevendo e recriando o passado é como comprar um bilhete só de ida para as profundezas do desespero. Este hábito mental é uma ameaça a sua saúde emocional.

A auto-aversão ou culpar os outros não vai fazer você se sentir melhor, e tampouco acreditar que a resposta para seus problemas encontra-se no fundo de uma garrafa de whisky. Sua vida não vai mudar se você não mudar o modo como pensa.

O melhor é comprometer-se com uma nova forma de pensar e com um novo modo de ser. Se viver no passado te ocupa muito tempo, então saiba que arrependimentos passados servem para roubar-lhe a vontade de fazer coisas de forma diferente no presente.

Deixe o futuro, no futuro

Assim como a vida no passado leva à depressão, ficar com medo ou preocupar-se demais com o futuro contribui para a ANSIEDADE. O ESTRESSE diário e a frustração são causadas, principalmente, pelas incertezas.

Preocupações excessivas tendem a catastrofizar as coisas e, antes que você perceba, cada dor de cabeça se torna um tumor no cérebro, e cada rejeição romântica é a prova de que você está fadado a uma vida de solidão.



Tenha fé nas incertezas e na vida. Uma boa maneira de praticar é cultivando um estado de consciência a cada dia. Quando você aprender a redirecionar intencionalmente sua mente para o que está acontecendo no aqui-e-agora, você vai aumentar suas reservas de energia mentais para que possa passar mais tempo em tarefas agradáveis.

Tenha uma vida diária programada

A falta de atividades programadas e rotinas inconsistentes pode aumentar os sentimentos de desamparo e uma perda de controle sobre a direção da vida. Adicionando um planejamento para o seu dia pode ajudá-lo a recuperar a sensação de controle e diminuir a sensação de que você é apenas um participante passivo.

Pense no que pretende fazer, no que realmente fez, no como você se sentiu sobre o que fez e nas situações e pensamentos que possam ter afetado negativamente seu humor.

Há muito poucas vítimas neste mundo

Apesar de sua infância e experiências de vida, você é responsável por suas escolhas enquanto adulto. Traumas e tragédias podem ter influenciado sua visão de mundo e sua capacidade de confiar nos outros, mas nada de bom é produzido se você se vê sempre como uma vítima (mesmo que seja).

Assuma a responsabilidade por sua vida. Mude o seletor para sobrevivente e deleite-se com sentimentos de força e poder. Ao invés de buscar vingança sobre aqueles que erraram com você, busque a redenção. Recuse-se a chafurdar na auto-piedade e se concentre em confontrar os outros. Afinal, há sempre alguém lá fora lutando em uma batalha pior do que a sua. A vítima desiste ao primeiro sinal de luta, enquanto o sobrevivente coloca um pé na frente do outro e mantém-se em movimento.

Encontre uma rede de apoio social

Os seres humanos precisam ligar-se uns com os outros. Nossa necessidade de conexão social é tão fundamental que, sem ela, iriamos desmoronar: a pressão arterial aumenta, os sentimentos embotam, o sistema imunológico se deteriora e o envelhecimento acelera pro conta do aumento nos níveis de estresse.

Chame um amigo ou membro da família e se reúna para um café, combinem uma caminhada ou encontrem-se em um parque. Mesmo pequenos passos como voluntariado e sorrir para estranhos pode fazer a diferença.

Abra a sua vida.

O primeiro passo é seu. Seja corajoso e saiba que, ao adotá-lo, você está começando a se recuperar dessa terrível desordem.

Contudo é bom também sempre considerar a psicoterapia como uma modalidade de ajuda.

Deixe sua avaliação
Compartilhe este artigo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *