O que é depressão ?

Embora a depressão clínica possa ter muitos nome, todos eles referem-se à mesma coisa: sentimento de tristeza por semanas ou meses a fio (e não apenas um humor rebaixado e passageiro de um dia ou dois).

A depressão é mais frequentemente acompanhado por uma sensação de desesperança, de falta de energia ou sobrecarga e de ter pouco ou nenhum prazer em coisas que no passado deram alegria.

Os sintomas da depressão assumem muitas formas e as experiências de duas pessoas não são exatamente iguais. Uma pessoa que sofre desse distúrbio pode não parecer triste para os outros.

Mesmo as coisas simples como se vestir de manhã ou comer na hora da refeição tornam-se grandes obstáculos na vida diária. As pessoas ao seu redor, como seus amigos e familiares, percebem a mudança também. Muitas vezes eles querem ajudar, mas não sabem como.

Se houvesse a certeza de que um episódio agudo de depressão durasse apenas uma semana, um mês, até mesmo um ano, as coisas poderiam ser diferentes. Ainda seria uma provação medonha, mas o incessante anseio pela morte e a compulsão ao suicídio, desapareceria.

Mas não, a sensação da depressão é de uma dor convulsiva, junto com a convicção de que ela nunca terminará, exceto na morte

Causas da depressão

A depressão não discrimina idade, sexo, etnia, carreira, status de relacionamento ou condição financeira. Pode afetar qualquer pessoa em qualquer altura da sua vida, incluindo crianças e adolescentes (embora, em adolescentes e crianças, possa ser visto mais como irritabilidade do que como depressão).



Os pesquisadores ainda não sabem exatamente o que causa essa condição. Mas é provável que uma combinação de fatores seja a culpa, incluindo:

  • Genética;
  • Composição neurobiológica;
  • Bactérias intestinais;
  • Histórico familiar;
  • Personalidade;
  • Fatores psicológicos;
  • Meio ambiente;
  • Fatores sociais;

Um especialista em saúde mental é o tipo de profissional melhor equipado para fazer um diagnóstico confiável. Esses tipos de profissionais incluem Psicólogos e psiquiatras. Embora um clínico geral ou um médico de família possa fazer um diagnóstico inicial, o acompanhamento e o tratamento adicionais devem ser feitos por um especialista para se obter os melhores resultados do tratamento.

Sintomas da depressão

Físicos

  • Problemas digestivos;
  • Dor de cabeça;
  • Dificuldades com o sono;
  • Tensões na nuca e nos ombros;
  • Falta de energia;
  • Mudança de apetite e de peso;
  • Dores pelo corpo;
  • Baixa imunidade;

Cognitivos

  • Dificuldades com concentração ou atenção;
  • Perda total de interesse em atividades que antes eram agradáveis;
  • Perda do interesse pela socialização;
  • Pensamentos de morte ou suicídio.

Emocionais

  • Sentimentos de desesperança;
  • Sentimentos de culpa e inutilidade;
  • Tristeza permanente;
  • Incapacidade de sentir prazer ou satisfação);
  • Ideias suicidas.

Comportamentais

A maioria das pessoas que se sentem deprimidas não experimenta todos os sintomas, e a apresentação dos sintomas varia em grau e intensidade de pessoa para pessoa.

Tratamento da depressão

A depressão pode realmente ser tratada com sucesso ? A resposta é sim. A depressão pode ser tratada com medicamentos antidepressivos modernos e PSICOTERAPIA. Para a maioria das pessoas, uma combinação das duas funciona melhor e geralmente é o que é recomendado.

Em casos mais graves ou resistentes ao tratamento, opções adicionais de tratamento podem ser tentadas. Não importa o quanto as coisas possam parecer ruins hoje, mas as pessoas podem melhorar com o tratamento (e a maioria faz isso). O importante é que saiba quais são as outras forma de COMO ENFRENTAR A DEPRESSÃO.

A chave para o sucesso do tratamento geralmente depende de a pessoa reconhecer que há um problema, procurar ajuda e depois seguir o plano de tratamento acordado. Isso pode ser muito mais desafiador para alguém que está deprimido do que parece, e a paciência é uma necessidade básica quando se inicia o tratamento.

Deixe sua avaliação
Compartilhe este artigo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *