Quase todos experimentam um ataque de ANSIEDADE pelo menos uma vez durante sua vida. As pessoas que se sentem mais ansiosas do que o normal podem vir a desenvolver o Transtorno do Ataque de Pânico, isto é, quando os ataques de pânico se tornam problemáticos e interferem em um estilo de vida normal.

Ataques de ansiedade e ataques de pânico são a mesma coisa.

Os ataques de ansiedade são frequentemente caracterizados por:

  • Intenso sentimento de medo;
  • Medo de enlouquecer ou perder o controle;
  • Sentimento de que você está em grave perigo;
  • Sentimento de que você pode desmaiar;
  • Urgência em fugir da situação ansiogência;
  • Tontura;
  • Palpitações;
  • Tremor;
  • Sudorese;
  • Falta de ar;
  • Pressão ou dores no peito;
  • Palidez;
  • Fraqueza nos joelhos;
  • Comichão;
  • Sensação de dormência e formigamento.

Você pode experimentar um, muitos ou todos os sintomas anteriormente listados. Porém, só porque você não está experimentando muitos ou todos os sintomas acima, não significa que você não está tendo um ataque de ansiedade. Cada pessoa experimenta esses ataques de forma única.

Mesmo que os ataques de ansiedade possam ser experiências físicas, psicológicas e emocionais, eles ocorrem por razões específicas. Compreender estas razões pode colocá-lo no controle da situação.

Compreenda a anatomia do ataque de ansiedade

Quando você entende o que os causa, como o corpo responde, os vários estágios da resposta ao ESTRESSE e como o estresse afeta o corpo, então as ataques de ansiedade não são mais mistérios que têm o potencial de assustá-lo. Tornar-se sem medo de ataques de ansiedade é o caminho certo para detê-los. Conhecimento é poder, e este conhecimento poderá libertá-lo do pânico … para sempre!

Pare de ter medo

Como mencionei anteriormente, os ataques de ansiedade são causados ​​principalmente pelo medo. Portanto, ter medo de ataques de ansiedade é uma das razões mais comuns pelas quais eles se sustentam (e por que as pessoas desenvolvem o Transtorno de Ataque de Pânico). Como o medo é o motivo mais comum pelo qual os ataques de ansiedade ocorrem e persistem, recusar-se a tê-los remove a principal razão pela qual os ataques de ansiedade ocorrem.

Quando você elimina o medo, elimina a causa mais comum de ataques de ansiedade. Sim, você pode aprender a parar de sentir medo.

Por exemplo, em vez de pensar: “Oh meu Deus, isso é horrível. E se eu perder completamente o controle? ”Use uma linguagem mais afirmativa como“ Ok, isso não parece bom. Mas é apenas a resposta de emergência do meu corpo e vai acabar quando eu parar de sentir medo.”

Tomar conta do seu pensamento coloca você no controle do sistema de emergência do seu corpo. À medida que você se torna hábil em assumir o controle, pode acabar com os ataques de ansiedade e impedi-los de começar.

Acalme-se

Semelhante ao ponto anterior, acalmar-se desliga o mecanismo que causa ataques de ansiedade. Acalmar-se acaba com a resposta ao estresse. Então é só uma questão de tempo até que o corpo gaste ou expulse os hormônios do estresse restantes.

Quanto mais você se acalmar, mais rápido o ataque de ansiedade terminará e mais cedo você se sentirá melhor. Tenha em mente que as mudanças fisiológicas, psicológicas e emocionais resultantes de uma pequena resposta ao estresse duram aproximadamente de alguns a dez minutos. Uma resposta de estresse de alto grau pode durar de vinte a trinta minutos ou mais.

Você precisa se manter calmo até que o corpo se recupere da resposta ativa ao estresse. Isso significa que você pode sentir as mudanças fisiológicas, psicológicas e emocionais, mas elas terminarão quando o corpo se recuperar da resposta ativa ao estresse.



Aprenda a respirar

Respirações diafragmáticas lentas e relaxadas fazem com que o corpo desencadeie um efeito tranquilizante natural. Este efeito tranquilizante contraria os efeitos da resposta ao estresse. Enquanto relaxa, seu corpo vai se acalmar, o que novamente acabará com um ataque de ansiedade.

Relaxe

Relaxar o corpo elimina a resposta ao estresse, pois o corpo não pode entrar em ambas as direções (excitação/relaxamento) ao mesmo tempo. Quanto mais relaxado você fica, mais rápido o corpo usa e expele os hormônios do estresse, trazendo um fim aos sentimentos associados ao mau-estarRelaxar o corpo também compensa a tensão muscular causada pela resposta ao estresse.

Distraia-se

A maioria dos ataques de ansiedade é causada e alimentada pelo pensamento ansioso. Distrair-se pode evitar o pensamento ansioso. Se você evita pensamentos ansiosos, você também previne ataques de ansiedade voluntários.

Há muitas maneiras de se distrair, como contar, ligar para um amigo, organizar materiais em sua mesa, jogar, ler um livro e assim por diante. Qualquer coisa que distraia sua mente do pensamento ansioso irá indiretamente acabar com as respostas ao estresse e os ataques de ansiedade. Quanto melhor você se distrair, mais rapidamente os ataques de ansiedade terminam.

Reconhecer os ataques de pânico

Não importa o quão poderoso é o ataque de ansiedade, ele vai acabar. Podemos finalizá-los mais rapidamente, fazendo algumas ou todas as opções acima. No entanto, todos os ataques de ansiedade terminam. É só uma questão de tempo. Ninguém experimenta ataques de ansiedade intermináveis.

Eliminar o ataque de ansiedade sabendo que isso vai acabar pode ajudá-lo a permanecer calmo, o que também bloqueia a resposta ao estresse e o ataque de ansiedade.

Seu  corpo está fazendo o que é esperado

Muitas pessoas se esforçam para experimentar situações de estresse (paraquedismo, bungee jumping, outras atividades perigosas e emocionantes). Portanto, uma resposta de estresse de alto grau não é uma coisa ruim, mas um mecanismo temporário de sobrevivência de emergência do corpo em ação. Podemos desligá-lo a qualquer momento usando as estratégias anteriormente citadas.

Você está no controle, mesmo parecendo que não está

Usando as estratégias citadas podem colocar você no controle. Embora inicialmente possa ser necessário coragem e prática, todos nós podemos controlar os ataques de ansiedade. Saber como controlar os ataques de ansiedade e praticá-los é o melhor caminho.

Além disso, mesmo que você sinta que está em perigo devido a um ataque de ansiedade, você não está. Um ataque de ansiedade é uma resposta comum para acreditar que você está em perigo, mas não a causa real de estar em perigo.

Mantenha o estresse sob controle

Manter o estresse do seu corpo em níveis saudáveis impedirá ataques de ansiedade involuntários. Você também terá mais controle sobre as reações do seu corpo. O estresse persistentemente elevado pode fazer com que o corpo aja de forma irregular e mais involuntária do que o normal, o que pode afetar o nível de controle das capacidades físicas, psicológicas e emocionais.

Mas se ainda assim você precisar de ajuda profissional, considere fazer uma CONSULTA PSICOLÓGICA comigo. Estarei à disposição !

Deixe sua avaliação
Compartilhe este artigo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *