O que é a ansiedade ?

Ansiedade é um tipo de medo exarcebado, um sentimento generalizado de medo sobre algo que parece ameaçador, mas que na verdade não é ameaçador.

Se você está ansioso, acha difícil se afastar desse mau presságio; você fica preso em um loop infinito de what-ifs.

Causas da ansiedade

A ansiedade pode ser causada por vários fatores: desde estímulos externos, abandono emocional, vergonha, até uma reação extrema quando expostos a algo potencialmente provocador de ansiedade. Outros fatores provavelmente incluem desenvolvimento infantil, genética, neurobiologia, fatores psicológicos, desenvolvimento da personalidade e relações sociais e ambientais.

Sintomas da ansiedade

Físicos

  • Taquicardia;
  • Boca seca;
  • Cansaço frequente;
  • Dificuldade de engolir ou sensação de “bola” na garganta;
  • Evitar lugares ansiogênicos;
  • Tontura ou vertigem;
  • Transpiração excessiva;
  • Tremores e espamos musculares;
  • Urinação frequente;
  • Inquietação frequente;
  • Náusea;
  • Diarréia;
  • Problemas estomacais;
  • Respiração superficial;
  • Rubore;
  • Calafrios;
  • Tensão e dores musculares;
  • Insônia;

Cognitivos

  • Dificuldade de concentração;
  • Pensamento frequente de perigo;
  • Pensamentos frequentes de coisas terríveis;
  • Preocupação frequente;

Emocionais

  • Irritabilidade constante;
  • Nervosismo intenso;
  • Incapacidade para lidar com as dificuldades;

Comportamentais

  • Tensão e euforia.

Tratamento da ansiedade

O tratamento da ansiedade concentra-se na PSICOTERAPIA combinada com o uso ocasional de medicamentos ansiolíticos, conforme a necessidade.



Contudo, a maioria dos tipos de ansiedade pode ser tratada com sucesso somente com a psicoterapia. Medicamentos ansiolíticos tendem a ser de ação rápida e têm uma vida curta, o que significa que eles perdem o efeito rapidamente (em comparação com outros medicamentos psiquiátricos, o que pode levar semanas ou até meses para sair completamente).

O tipo mais eficaz de tratamento geralmente depende do tipo específico de transtorno de ansiedade diagnosticado.

Deixe sua avaliação
Compartilhe este artigo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *