Quer dizer que você está desconfiado de que seu cônjuge possa estar tendo um caso extraconjugal e está curioso para descobrir quais os sinais da infidelidade ?

Primeira coisa à saber é que a infidelidade não acontece somente em casamentos ruins. Casos extraconjugais também acontecem com pessoas em bons casamentos.

A seguir está uma sinopse dos sinais de infidelidade. Porém, é importante ter em mente dois fatos:

Fato # 1 – Seu parceiro pode apresentar todos os sinais de infidelidade, mas não tem um caso.

Não existe uma fórmula secreta para saber com certeza se uma pessoa está traindo, e os comportamentos a seguir podem estar ocorrendo por outras razões que não um caso extraconjugal.

Seja qual for a situação, os sinais de infidelidade não são coisas boas. Se eles estão presentes, então é hora de prestar atenção em seu casamento, obter ajuda (por exemplo a TERAPIA DE CASAL), e fazer algumas melhorias.

Fato # 2 – Seu parceiro pode não apresentar todos os sinais de infidelidade, mas mesmo assim ter um caso.

Em alguns casos em que trabalhei, a esposa não fazia ideia de que meu marido estava tendo um caso extraconjugal. Sua vida sexual era frequente e excitante, eles tinham intimidade, gostavam da companhia um do outro, passavam muito tempo juntos, eram melhores amigos e ambos descreviam o casamento como muito bom.

Sinais de infidelidade

1. Distanciamento emocional

A maioria daqueles que foram traídos relatam esse comportamento. É como se o marido estivesse vivendo com sua própria agenda e planos, se tornando cada vez mais desinteressado pela esposa, família, amigos em comum e necessidades diárias.

Em outros casos a mudança ocorre de forma gradual, indo de um marido atencioso para quase ignorar totalmente a esposa.

2. Irritação, crítica e crueldade

70% dos casais que passaram por um caso de infidelidade relatam casos de abuso emocional e verbal, diminuição, pouca ou nenhuma paciência.

Uma mulher uma vez me relatou: “No pior dos casos, ele era mais que desrespeitoso. Ele era simplesmente rude, impaciente, zangado e agressivo. Ele estava constantemente brigando e se recusava a ajudar em casa ou com nossos filhos.”, outras mulheres relataram que seus maridos mostraram: “…uma baixa tolerância para o comportamento de nossos filhos. Ele brigava com todos !“.

Seu cônjuge está sempre reclamando de coisas triviais ?
Você percebe infelicidade no seu parceiro, mas ele se recusa a reconhecer ou falar sobre isso ?
Você sente que não pode fazer nada certo ?
Você se sente como se continuasse dando e eles continuem tomando, e ainda assim eles continuam infelizes ?

Responder sim para estas perguntas estão entre os sinais de infidelidade.

3. O controle

Muitas vezes os maridos reclamam que suas esposas são “controladoras“, mas eles próprios são culpados de tentar controlar. Outras vezes, antes de um caso de infidelidade, o cônjuge é tomado por um sentimento de estar “preso” no relacionamento.



Ele se queixa de estar sendo controlado ou que está sendo vigiado, mesmo que você pergunte muito pouco do que estão fazendo, ou você se sente pressionado a fazer isso e aquilo ? Se sim, então melhor ficar mais atento.

4. Aumento da atenção ao trabalho

E isto inclui reuniões de trabalho até tarde da noite, viagens de negócios e necessidade de trabalhar em outras cidade por prolongados períodos de tempo.

5. Aumento na preocupação com a aparência

Comprando roupas novas, perdendo peso, fazendo exercícios extras, malhando na academia e outros esforços súbitos relativos ao preparo físico.

6. Aumento no zelo pela vida

Ou começar a fazer coisas que nunca fizeram antes, ou um súbito interesse por um novo hobby ou esporte. Ou ainda o aumento do zelo pelo que esteja acontecento fora de casa e diminuição pelo que quer que esteja acontecendo dentro de casa.

Uma vez uma paciente me disse: “Meu marido uma vez chegou em casa e anunciou que estava indo para um jogo de futebol com um amigo. Eu estava muito feliz que ele estava saindo para fazer algo realmente divertido com um de seus amigos. Eu deveria ter percebido que algo estava errado.

7. Comportamento exageradamente defensivo

Isto é, tornar-se inapropriadamente defensivo sempre que perguntado.

8. Aumento na paquera com o sexo oposto

Uma mulher relatou que parecia estranho o modo como seu marido de repente cumprimentava outras mulheres (e ele também ficou na defensiva quando questionado). Outros relataram que sua esposa ficou muito defensiva sobre seu “direito” de manter amizades privadas com outros homens, acusando o cônjuge fiel de ser “antiquado” quando justificadamente expressou preocupações legítimas em relação a esse comportamento potencialmente perigoso. O homem me relatou: “Ela ficava me dizendo que eles eram ‘apenas amigos‘. O fato de que ela continuamente parecia precisar enfatizar isso, quando eu nem estava perguntando, deveria ter sido uma indicação para mim de que algo estava acontecendo.

9. Grande necessidade de ter “privacidade”

Quando confrontado porque ficava até horas da madrugada na frente do monitor, um infiel respondeu: “Não é da sua conta. Tenho direito à minha privacidade.

Esta é uma resposta típica do cônjuge infiel. Infelizmente, a internet abriu um novo caminho para a infidelidade. Quando seu cônjuge de repente precisa de um e-mail particular, há uma boa chance de que eles estão escondendo alguma coisa, e que algo é, provavelmente, a infidelidade conjugal. Ocultar extratos de cartão de crédito e contas telefônicas também estão entre os sinais de infidelidade.

Você pode saber mais neste artigo de como se PROTEGER DA INFIDELIDADE ONLINE.

Outros sinais de infidelidade incluem:

  • percepção de algo diferente em sua vida sexual (melhor, pior ou apenas diferente);
  • Nem sempre usando a aliança de casamento (motivo pelo qual eles dão razões incrivelmente convincentes);
  • Ser pego mentindo.
  • Notar estranhos olhares do seu cônjuge;
  • Intuição de que algo está errado;

Perceber qualquer um ou todos os sinais de infidelidade acima não garante que esteja acontecendo. Eles são simplesmente os sinais mais comuns relatados pelas vítimas da infidelidade. Existem outros fatores que podem fazer com que uma pessoa aja de qualquer das maneiras acima.

Se o seu cônjuge não exibir nenhum dos sinais anteriores, isso também não garante que não estejam sendo infiéis. Em última análise, você precisará descobrir por si mesmo a verdade em sua própria situação.

Boa sorte !

Compartilhe este artigo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *