O que é a psicoterapia ?

O termo psicoterapia é derivado das palavras psico e terapia. Psico que tem a ver com alma no sentido de uma subjetividade humana, e terapia que tem a ver com a prestação de cuidados ou tratamento. Portanto, psicoterapia é o nome dado ao processo colaborativo entre indivíduo e Psicólogo cujo objetivo é o realizar cuidados para as questões emocionais das pessoas.

Objetivos da psicoterapia

A psicoterapia pode ou não ser limitada no tempo, se concentrando nos objetivos específicos que se deseja alcançar.

No início você e o Psicólogo vão combinar sobre quais mudanças específicas você deseja realizar na vida. Esses objetivos são, então, divididos em porções menores e colocados em um plano de tratamento. A partir daí são apresentadas as técnicas e as recomendações de como tudo vai funcionar.

Duração da psicoterapia

Algumas abordagens são de curto prazo e duram menos de um ano. A maioria do mau-estar emocional é resolvido com sucesso nesse período de tempo. Em outros casos é necessário a combinação de psicoterapia e medicamentos.

As sessões duram, em média, 50 minutos.

Porém os casos bem sucedidos de psicoterapia são quando o indivíduo entra por conta própria e tem um forte desejo de mudar. Se você não quer mudar, melhor rever suas prioridades.

Abordagens

O modo como a psicoterapia é executada nem sempre é igual. O tipo de tratamento que você receberá depende da abordagem adotada pelo Psicólogo, cada uma com técnicas de intervenção e conceitos próprios. O que acontece no consultório depende diretamente da abordagem adotada.

As principais abordagens são:

  • Análise do Comportamento ou Behviorismo;
  • Fenomenologia;
  • Gestalt-terapia;
  • Humanismo;
  • Junguiana ou psicologia analítica;
  • Psicanálise;

Dependendo da abordagem utilizada, o Psicólogo pode pedir que você preste atenção nas suas emoções diante de uma situação em particular, ou que você pratique novas habilidades para superar fobias de elevador, por exemplo.

O mais importante é saber se seu Psicólogo tem experiência na área que você precisa de ajuda. A empatia é extremamente importante e, sentir-se confortável e a vontade com o Psicólogo escolhido faz parte do tratamento.

Quando procurar a psicoterapia ?

Iniciar um processo de psicoterapia é a dúvida de muitas pessoas. No entanto, além da desinformação de como o processo funciona e seus benefícios, há também dúvidas sobre o melhor momento para começar.

Se você tem esta dúvida, posso apresentar 31 motivos para fazer psicoterapia. Veja:

1. Você está constantemente lutando para ter uma vida boa e significativa;
2. Você iniciou um novo relacionamento romântico e quer que tudo vá bem;
3. Você arrumou um novo trabalho e quer que tudo vá bem;
4. Você vive reconsiderando tomar uma atitude em relação a um acontecimento ou relacionamento;
5. Você se vê repetindo os mesmos comportamentos nos relacionamentos e não sabe como fazer diferente;
6. Você percebe que seu sucesso e crescimento é limitado por algo em si mesmo, como um medo ou preocupação;
7. Suas relações de trabalho estão impactando negativamente em seu desempenho profissional;
8. Apesar das tentativas, você não consegue reduzir o consumo excessivo de alimentos, álcool, cigarro ou outras drogas;
9. Você tem mais a dizer do que sua família, seus amigos e colegas tem tempo para te ouvir;
10. Você já tentou várias livros de auto-ajuda, mas acabou parando no mesmo lugar;
11. Seu cônjugue não aguenta mais ver você em um momento ruim;
12. Você sente que algo mudou mas não sabe dizer o que é;
13. Você sente-se preso a alguma coisa e não sabe como sair disto;
14. Você está tendo dificuldades de lidar com o seu sogro e não quer que isso impacte negativamente o seu casamento;
15. Você tem mais problemas do que pode suportar e não sabe o que fazer;
16. Você irrita-se com facilidade, está irritado ou choroso em casa, trabalho ou ambos;
17. Como pai/mãe, você se preocupa com o ESTRESSE dos seus filhos;
18. Como pai/mãe, você se preocupa com a repetição dos erros que aprendeu dos seus pais;
19. Você teve uma perda, como uma morte, um divórcio ou um emprego;
20. Seu relacionamento está em crise e você não sabe se deve ficar ou ir embora;
21. Você tem dificuldades para se concentrar;
22. Você tem dificuldades para fica sozinho;
23. Você tem dificuldades para estar com os outros;
24. Você tem uma ou mais doenças físicas inexplicáveis que podem ser de origem psicológica;
25. Você ou alguém que você ama tem um doença crônica ou terminal;
26. Você é cuidador de uma pessoa que tem uma doença crônica ou terminal;
27. Você quer se livrar de algum vício;
28. Você quer ser uma pessoas saudável;
29. As pessoas dizem que você fala demais;
30. As pessoas dizem que você está emocionalmente indisponível;
31. Você está sentindo vontade de ter uma relação extraconjugal.

Por que escolher um Psicólogo ?

Psicólogos são profissionais treinados na área de avaliação, diagnóstico e tratamento de saúde mental e mudanças de comportamento.

Muitos estudam ao longo de toda uma carreira profissional. Boa formação é fundamental para a qualidade das intervenções.

Onde procurar um Psicólogo

Ao perceber, ou receber recomendação médica de que você precisa de um Psicólogo, o primeiro passo é encontrar um bom profissional que vai trabalhar em conjunto com você.

E quem bom que você está aqui ! Pois eu estou à sua disposição para te ajudar a resolver seus conflitos pessoais.

Se você já está decidido a começar uma psicoterapia, entre em contato comigo agora mesmo e vamos agendar uma consulta.

Milhões de pessoas consultam com Psicólogo todos os anos. E a opinião dessas pessoas é unânime: eles se beneficiaram da interação.

Mitos e fatos sobre a psicoterapia

A psicoterapia é para pessoas com problemas “sérios”

Fato: Algumas pessoas acreditam que você deve receber um diagnóstico psiquiátrico para procurar psicoterapia. De fato, a maioria dos casais, por exemplo, espera cerca de seis anos antes de procurar ajuda. Esperar apenas complica os problemas e os torna muito mais difíceis de serem solucionados e resolvidos.

As pessoas vão à psicoterapia para lidar com distúrbios, relacionamentos, estresse, tristeza, para descobrir quem são e aprender a viver a vida ao máximo. Não deve haver vergonha em querer uma vida melhor.

Os Psicólogos só querem o seu dinheiro

Fato: Se os Psicólogos estivessem realmente interessados ​somente em dinheiro, eles teriam escolhido outras carreiras. Teria ido à escola de negócios ou à faculdade de direito em vez da escola de psicoterapia. Os Psicólogos que prosperam nesse trabalho têm um profundo respeito pela humanidade e não são motivados pelo todo-poderoso dinheiro.



Psicoterapia é senso comum

Fato: Muitas vezes você ouve que a psicoterapia é inútil, porque tudo o que os Psicólogos fazem é refazer aquilo que você já sabe. Porém, o senso comum é a sabedoria que se aplica a todos, mas a psicoterapia dá uma nova visão, que é uma sabedoria única sobre você.

A psicoterapia é como um curso universitário em que você é o único sujeito. A psicoterapia lhe dará um lugar para se concentrar apenas em você e com o apoio de um especialista treinado que trabalha para entender e guiá-lo no alcance de seus objetivos.

A psicoterapia é desnecessária quando você pode conversar com bons amigos

Fato: Há uma crença generalizada em nossa cultura que simplesmente o apoio de um bom amigo pode substituir a psicoterapia. O apoio social é importante para todos, especialmente quando você está muito estressado. Amigos dão amor, apoio e sabedoria que podem ser inestimáveis.

Mas a psicoterapia é muito diferente das relações com amigos e familiares. Por um lado, os Psicólogos são profissionais altamente treinados que passaram anos aprendendo e praticando como diagnosticar e tratar questões cognitivas, emocionais, comportamentais e relacionais.

A psicoterapia é muito cara

Fato: O preço proíbe muitas pessoas de procurar psicoterapia. Mas, na verdade, há uma ampla variedade de valores. Os preços da psicoterapia variam de gratuitos em algumas clínicas comunitárias a valores por hora equivalentes aos melhores escritórios de advocacia. Além disso, alguns Psicólogos oferecem aos seus clientes um valor baseado em sua renda.

Também vale a pena considerar os ganhos e investimentos que você estará fazendo. Por exemplo, compare quanto dinheiro você gasta (por ano) em coisas que o ajudam a se sentir superficialmente bem com sua vida (como carros, roupas, jantares agradáveis, férias e presentes), com o custo de trabalhar diretamente com pensamentos, sentimentos e comportamentos em psicoterapia. Pense em quanto dinheiro você poderia ganhar se atingisse todo o seu potencial e conseguisse deixar de lado todos os obstáculos que o impediam.

Os Psicólogos só podem ajudar se tiverem a mesma experiência

Fato: Existe uma crença comum, particularmente nos círculos de Alcoólatras Anônimos de que, para realmente ajudar alguém, você deve experimentar e superar as mesmas lutas. Se você não esteve lá, não poderá entender ou fornecer uma solução bem-sucedida.

Compartilhar experiências semelhantes é apenas um caminho para o entendimento. O treinamento, a experiência clínica e nossa experiência pessoal das mesmas emoções ou conflitos em um contexto diferente podem nos ajudar a ter essa compreensão. A maioria dos Psicólogos tem a educação, treinamento e experiência para entender e tratar os problemas que os clientes trazem para eles e eles não são instruídos a referenciá-los em outro lugar.

As pessoas que vão à psicoterapia são fracas

Fato: Pense nisso desta maneira: as pessoas que freqüentam a escola são fracas demais para ensinar a si mesmas ou pessoas que vêem os médicos fracos demais para se curarem ? Claro que não.

Infelizmente, ter preocupações emocionais ou cognitivas é visto como uma falha moral ou falha de caráter. Não corrigir seus próprios problemas é visto como fraco, então a psicoterapia tende a se tornar estigmatizada como uma solução instável. Mas é exatamente o oposto. Buscar ajuda para seus problemas significa que você está agindo. Pedir ajuda geralmente requer mais força do que ficar passivamente preso. Além disso, considere outras pessoas de sucesso que tiveram ajuda de treinadores, mentores e psicólogos, incluindo os melhores atletas, executivos e ganhadores do Prêmio Nobel.

Os Psicólogos escolhem este campo para resolver seus próprios problemas

Fato: A maioria dos Psicólogos tem uma razão pessoal para escolher isso como sua profissão: seja uma boa experiência em nossa própria psicoterapia, uma profunda curiosidade sobre questões psicológicas ou uma paixão por ajudar aqueles que precisam.

Objetivo final é ajudar os clientes. Se um Psicólogo não conseguir fazer com que o cliente cure a sua prioridade máxima, provavelmente não vai gostar ou não será um bom Psicólogo.

Em geral, lembre-se de que todo Psicólogo é diferente. Se você não se sentir confortável com algum deles, encontre outro.

A primeira sessão de psicoterapia

É difícil para a maioria das pessoas tomar a decisão de procurar psicoterapia para alguma desordem na saúde mental. Uma vez que você decide procurar um Psicólogo, veja o que esperar da primeira consulta:

A ansiedade está nas alturas !

Não há uma maneira fácil de superar o medo e a ANSIEDADE de pensar na procura por um Psicólogo. A ansiedade é parte da nossa natureza e aprender coisas sobre si mesmo nem sempre é alegre e fácil. Às vezes nossos demônios precisam aparecer também, ou fazer contato com aqueles comportamentos que quase ninguém deseja mostrar.

Então, ao invés de lutar contra esses sentimentos, é melhor aceitá-los como parte do processo. Essa aceitação é um dos primeiros passos para obter ajuda e dar início ao processo psicoterapêutico de mudança. Sem fazer mudanças em sua vida, você vai continuar se sentindo mal.

Não perca tempo !

A maioria das pessoas que iniciam a psicoterapia geralmente tem uma ideia do que está acontecendo em suas vidas. Ou seja, você tem uma noção se está sofrendo por ansiedade ou por DEPRESSÃO grave, ou ainda se é um maníaco. Esses sintomas são tão comuns na sociedade de hoje, e as informações tão prontamente disponíveis que muitas pessoas acabam “diagnosticando” a si mesmas muito antes de procurar ajuda profissional.

Conte sua história de vida

Sua primeira consulta com um Psicólogo é basicamente uma sessão de coleta de informações para o terapeuta. Ele precisa aprender muito sobre sua história em um curto período de tempo para avaliar adequadamente suas preocupações e chegar a um possível diagnóstico. Como o diagnóstico geralmente ajuda a orientar o tratamento, é uma parte importante do processo.

O que acontece depois ?

No final de sua primeira consulta, o Psicólogo chegará a um diagnóstico provisório do problema. Os diagnósticos geralmente ajudam a orientar um profissional a ajudá-lo a formular um plano de tratamento. Se o profissional que você vê não compartilhar o diagnóstico com você, pergunte.

E agora, o que fazer ?

Que tal começar fazendo uma CONSULTA PSICOLÓGICA ? Ela é o primeiro contato que você pode ter antes de dar início à psicoterapia.

Compartilhe este artigo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *